• Início
  • Dicas
  • Dicas de alimentação saudável para prevenção de doenças
Dicas

Dicas de alimentação saudável para prevenção de doenças

Vacina alimentar: a prevenção contra algumas doenças começa no seu prato.

Fernanda Uliana Nutricionista – CRN3: 29092

Dicas de alimentação saudável para prevenção de doenças

 

Você sabia que mudanças no estilo de vida, incluindo melhores hábitos alimentares e prática regular de exercícios, podem prevenir uma série de doenças? Sim! Com esses fatores modificáveis nós podemos prevenir doenças cardiovasculares, obesidade, dislipidemia, diabetes, câncer e doenças degenerativas. 

 

O estilo de dieta ocidental está relacionado com o risco aumentado para várias doenças, e não atinge somente o ocidente. Vários países do mundo todo são afetados por essa dieta moderna. O consumo excessivo de calorias, alimentos processados, gordura saturada, colesterol, sódio e açúcar simples, e pobre em fibras, contribuem para o desenvolvimento de dislipidemia, hiperglicemia, obesidade, hipertensão arterial e câncer. A nutrição é provavelmente o principal fator ambiental que ativa a expressão de genes envolvidos em várias doenças.

 

A dieta mediterrânea é um estilo de alimentação com boas evidências científicas que previnem uma série de doenças e promove maior longevidade. Essa dieta é caracterizada por grande consumo de vegetais (frutas, verduras e legumes), castanhas em geral, azeite, grãos integrais (arroz integral, farinhas integrais), consumo moderado de vinho (especialmente vinho tinto), peixes, aves, ovos, batata e laticínios com baixo teor de gordura, e consumo esporádico de carne vermelha, carnes processadas, manteiga, açúcar e bebidas açucaradas. 

 

O alto consumo de polifenóis e outros compostos bioativos, além das gorduras insaturadas presentes na dieta mediterrânea, tem efeito antioxidante e antiinflamatório, que diminui o risco para o desenvolvimento de doenças. E claro, aliado a essa dieta antioxidante, há a prática regular de exercício físico contribuindo para a prevenção de doenças. 

 

O consumo de fibras também é importantíssimo para o equilíbrio da nossa microbiota intestinal, como vimos nos textos anteriores. A saúde intestinal está diretamente relacionada à nossa alimentação e impacta na imunidade. Quando o sistema imunológico está fortalecido, conseguimos também prevenir uma série de doenças inflamatórias como as cardiovasculares, diabetes, obesidade, câncer e até doenças autoimunes. 

 

Como vimos ao longo do texto, o estilo de vida saudável envolve uma alimentação equilibrada e prática regular de exercício físico. Esse “modo de viver” pode garantir longevidade e melhorar a qualidade de vida. Caso precise, busque ajuda profissional especializada para adequar as mudanças conforme a sua necessidade. 

Gostou desse conteúdo?

  • Para cima
    40%
  • Down
    60%

Referências:

 


1- Mauro Finicelli et al. Metabolic syndrome, Mediterranean diet, and polyphenols: Evidence and perspectives. J Cell Physiol, 2019; 234(5):5807-5826. 


 


2- Nicola Di Daniele et al. Impact of Mediterranean diet on metabolic syndrome, cancer and longevity. Oncotarget, 2017; 8(5):8947–8979. 


 


3- Rainer J. Klement and Valerio Pazienza. Impact of Different Types of Diet on Gut Microbiota Profiles and Cancer Prevention and Treatment. Medicina (Kaunas), 2019; 55(4):84. 


 


4- Yu Anne Yap and Eliana Mariño. An Insight Into the Intestinal Web of Mucosal Immunity, Microbiota, and Diet in Inflammation. Front Immunol, 2018; 9:2617.