Atividade física: benefícios para um envelhecimento mais saudável

Atividade física: benefícios para um envelhecimento mais saudável

Sabemos que, atualmente, a expectativa de vida aumentou e isso significa que a população mundial está envelhecendo

Atividade física: benefícios para um envelhecimento mais saudável

Sabemos que, atualmente, a expectativa de vida aumentou e isso significa que a população mundial está envelhecendo. Existe um conceito antigo, preconizado por Hipócrates há quase 2.500 anos, de que “as partes do corpo que se mantém ativas envelhecem com saúde enquanto as inúteis ficam doentes e envelhecem precocemente”.

A atividade física proporciona diversos benefícios à nossa saúde, o que a torna uma importante aliada ao envelhecimento saudável e digno.

Alguns dos principais benefícios da atividade física são:

  • Manutenção ou incremento da massa muscular, força muscular e da densidade óssea; além do controle da diminuição de gordura corporal;
  •  Melhora da flexibilidade;
  •  Aumento do volume de sangue circulante, da resistência física em 10-30% e da ventilação pulmonar;
  •  Diminuição da frequência cardíaca em repouso e no trabalho submáxima e da pressão arterial;
  •  Melhora nos níveis de HDL (lipoproteínas de alta densidade) e diminuição dos níveis de triglicérides, colesterol total e LDL (lipoproteínas de baixa densidade), dos níveis de glicose - diminuição de marcadores anti-inflamatórios associados às doenças crônicas não transmissíveis;
  •  Melhora do autoconceito, autoestima, imagem corporal, estado de humor, tensão muscular e insônia;
  •  Diminuição do estresse, ansiedade e depressão, consumo de medicamentos e incremento na socialização.
  •  Redução de risco de quedas e lesão pela queda.

Observa-se então uma forte relação entre o exercício, atividade física e a longevidade, mostrando de forma geral que os indivíduos que são fisicamente ativos apresentam um menor risco de mortalidade por todas as causas do que os fisicamente inativos.

Portanto, vale a pena reconsiderar a rotina e inserir atividades físicas no seu dia-a-dia, com orientação de um profissional de saúde, combinado a uma boa alimentação para buscar um envelhecimento saudável.

Referências:

1 - Redonda, Mesa. "Atividade física e envelhecimento saudável." Rev. bras. Educ. Fís. Esp., São Paulo 20 (2006): 73-77.

2 - Matsudo Sandra Marcela Mahecha. Envelhecimento, atividade física e saúde. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.)  [revista en la Internet]. 2009  Abr [citado  2016  Nov  27] ;  (47): 76-79. Disponível em: http://periodicos.ses.sp.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1518-18122009000200020&lng=es.

LEIA TAMBÉM

Estilo de vida e saúde: movimente-se mais, sente-se menos

Por quanto tempo você ficou sentado hoje? Talvez você sentou-se para tomar seu café da manhã, depois no carro para ir ao trabalho, ficou na mesa do escritório, na reunião ou na sala de aula.

Ver mais

Como o ciclo circadiano dá ritmo ao seu corpo

O relógio do corpo: conheça o ciclo circadiano - e o que ele diz sobre o nosso ritmo biológico

Ver mais

Vitamina D: importância e impacto no organismo e na promoção da saúde

Estima-se que no mundo 1 bilhão de pessoas tenham níveis inadequados de vitamina D. A deficiência dessa vitamina não depende de raça ou idade, atinge toda a população (1,2,3).

Ver mais